A CONVERSÃO DE SAULO

Atualizado: Jul 23

INTRODUÇÃO

A maior parte das cartas do novo testamento foram escritas por Paulo. Por meio delas ele instruiu as igrejas a como procederem em situações específicas e diante de ocorrências da época. As recomendações são RIQUÍSSIMAS em valores espirituais tanto para a igreja primitiva, e em todos os séculos seguintes, quanto para a igreja de hoje.


Foi ele quem expandiu o Evangelho com maior velocidade e ousadia, de Antioquia até Roma. Não sozinho, é claro, mas certamente Paulo se destaca. Ele foi o responsável pela expansão e fundamentação da Igreja. Acredita-se que em 25 anos o evangelho foi pregado em todo o império romano e muito disso graças a ele.


A probabilidade de "Saulo" tornar-se um Apóstolo era mínima. Um homem violento, perseguidor de cristãos e fanático quanto ao cumprimento da torá. Porém algo acontece que o transforma sobrenaturalmente e revela a ele um novo nome e uma nova missão: ganhar vidas para Cristo.


Neste estudo vamos compreender a origem de Saulo, como foi o seu processo de conversão, quais as etapas que teve que passar, a sua trajetória de fé e o seu legado. São anotações dos meus estudos pessoais que eu estou compartilhando com você.


Vamos dividir o Estudo em:


  • A ORIGEM DE PAULO ✔

  • A CONVERSÃO DE PAULO ✔

  • REAPRENDENDO A SERVIR A DEUS

  • O ENVIO

  • AS TRIBULAÇÕES

  • RECOMENDAÇÕES

  • A VIAGEM DE PAULO A ROMA E SEU MARTÍRIO

Sabemos que houve um delay de 3 anos na contagem de antes e depois de Cristo. Saulo se converte entre os anos 33 d.C e 36 d.C durante os governos de Pôncio Pilatos e o Imperador Tibério em Roma. Não sabemos ao certo em que ano exatamente ele se converte. Veja a linha do tempo.


Imagem: LInha do tempo "A História de Saulo"

Antes de entrarmos neste assunto é importante falarmos de algo. O Cristianismo ACREDITA NA TRANSFORMAÇÃO. Quando olhamos na esfera social e política, observamos que as pessoas não acreditam na transformação. Alguém que cometeu um erro grave, na sociedade atual, está fadado a viver uma vida de derrotas, destruição e condenação, mesmo após pagar pelos seus erros perante a justiça se for o caso. O CRISTÃO CRÊ NA TRANSFORMAÇÃO. 


Dos anos 33 à 47d.C não há muita referência de Paulo. Esses anos certamente foram um período de aprendizado. Neste mesmo período o evangelho se expande mas a passos lentos e com timidez voltando a crescer com expressão no ano 47d.C com a primeira viagem missionária de Barnabé e Paulo e em seguida com Silas espalhando o evangelho na Ásia e na Europa. 


E COMO ACONTECE ESTA CONVERSÃO? 


Leia aqui os textos abaixo nesta ordem. Coloquei numa sequência organizada. Atos 9 fala sobre a conversão de Paulo e em Atos 22 e 26 ele descreve num depoimento com mais detalhes de como aconteceu. Sequenciamos os textos por ordem de acontecimento para facilitar o entendimento. 


Atos 22:6 Ora, aconteceu que, indo de caminho e já perto de Damasco, quase ao meio-dia, repentinamente, grande luz do céu brilhou ao redor de mim.


26:14 E, caindo todos nós por terra, ouvi uma voz que me falava em língua hebraica: Saulo, Saulo, por que me persegues? Dura coisa é recalcitrares contra os aguilhões.


22:8 Perguntei: quem és tu, Senhor? Ao que me respondeu: Eu sou Jesus, o Nazareno, a quem tu persegues.


26:16 Mas levanta-te e firma-te sobre teus pés, porque por isto te apareci, para te constituir ministro e testemunha, tanto das coisas em que me viste como daquelas pelas quais te aparecerei ainda, 17 livrando-te do povo e dos gentios, para os quais eu te envio, 18 para lhes abrires os olhos e os converteres das trevas para a luz e da potestade de Satanás para Deus, a fim de que recebam eles remissão de pecados e herança entre os que são santificados pela fé em mim.


22: 9 Os que estavam comigo viram a luz, sem, contudo, perceberem o sentido da voz de quem falava comigo. 10 Então, perguntei: que farei, Senhor? E o Senhor me disse: Levanta-te, entra em Damasco, pois ali te dirão acerca de tudo o que te é ordenado fazer. 11 Tendo ficado cego por causa do fulgor daquela luz, guiado pela mão dos que estavam comigo, cheguei a Damasco.


9:8 Então, se levantou Saulo da terra e, abrindo os olhos, nada podia ver. E, guiando-o pela mão, levaram-no para Damasco. 9 Esteve três dias sem ver, durante os quais nada comeu, nem bebeu.


Imagem: A Conversão de Saulo

Note que todas as pessoas que estavam presentes viram e ouviram o que aconteceu, porém ninguém compreendia do que se trava se não Paulo. Ele era um homem extremamente racional. A manifestação de JESUS foi impactante justamente para que Paulo pudesse ser transformado. 


A obra que precisava ser feita não era fácil. O evangelho precisaria de um aliado DURÃO, inteligente e com as credenciais que Paulo tinha. era necessário que fosse alguém:


- que pudesse ser transformado;

- que não tivesse medo;

- que fosse habilidoso com leis e com a palavra;

- que tivesse um chamado ousado.


Outro fato intrigante é que Jesus fala com PAULO em LÍNGUA HEBRAICA. Qual o objetivo? Jesus fala conosco da maneira que mais mexe com a gente e da maneira que nós compreendemos. Paulo se identifica tanto com isso que responde: 

- Quem és tu Senhor? - Ele sabia que não era algo normal, sabia que era Deus. 


Jesus responde para Paulo: 

- Saulo, Saulo, por que me persegues? Dura coisa é recalcitrares contra os aguilhões.


O aguilhão é uma ferramenta utilizada quando o boi ara a terra. Se o boi se recusa a ará-la ou retrocede esta ferramenta espeta e machuca o animal. O animal quando ara, se ele voltar, se ele se rebelar, pode se ferir com os aguilhões. Jesus fala isso se referindo a OBRA e ao chamado. Parafraseando seria assim: 


- Paulo quando você resiste ao que tenho para ti, você se fere, se machuca. Você não vai aguentar viver uma vida assim. 


Paulo era um touro bravo que resistiu aos aguilhões. (Lopes, Hernandes Dias. p28, 2009) .

Paulo compreende o que aconteceu com ele e escreve sobre isso:

O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei (1Coríntios 15:56).


Paulo foi resgatado do aguilhão da morte pelo amor de Cristo.


Saindo um pouco do contexto bíblico e indo para uma esfera mais pessoal e emocional você consegue imaginar a destruição interior, a amargura, o ódio que havia no coração dele. Certamente ele conheceria a morte cedo, aliás quem respira a morte certamente a viverá. Enquanto resistimos ao chamado estamos recalcitrando contra aguilhões, estamos dando a oportunidade para a vida, as pessoas, o mundo nos ferir, enquanto Deus deseja nos transformar e nos fazer viver o que nunca imaginamos. 


Saulo fica 3 dias sem ver. Seus olhos maus, pecaminosos são completamente ofuscados pela luz divina e santa da Glória de Deus. Por 3 dias Saulo tem um contato com as trevas do seu interior. Três dias sem ver, 3 dias de cura, libertação e perdão. Jesus o manda continuar a viagem para Damasco e encontrar um homem de Deus chamado ANANIAS que o ajudaria a voltar a enxergar e compreender os propósitos de Deus para a vida dele. 


Atos 9: 10 Ora, havia em Damasco um discípulo chamado Ananias. Disse-lhe o Senhor numa visão: Ananias! Ao que respondeu: Eis-me aqui, Senhor!


11 Então, o Senhor lhe ordenou: Dispõe-te, e vai à rua que se chama Direita, e, na casa de Judas, procura por Saulo, apelidado de Tarso; pois ele está orando 12 e viu entrar um homem, chamado Ananias, e impor-lhe as mãos, para que recuperasse a vista.

 

 17 Então, Ananias foi e, entrando na casa, impôs sobre ele as mãos, dizendo: Saulo, irmão, o Senhor me enviou, a saber, o próprio Jesus que te apareceu no caminho por onde vinhas, para que recuperes a vista e fiques cheio do Espírito Santo.


8 Imediatamente, lhe caíram dos olhos como que umas escamas, e tornou a ver. A seguir, levantou-se e foi batizado.


Ananias precisa vencer o preconceito e o medo para cumprir também o que Deus determinada. Ele vai ao encontro de Saulo para o libertar da cegueira, batizá-lo e introduzi-lo ao chamado. 


Bibliografia:

Hernandes, Apóstolo Estevam. Bíblia Apóstólica. São Paulo, SP: SBB, 2014.

Escola de Profetas. Origem e Conversão de Paulo - O Apóstolo dos Gentios.

Lopes, Hernandes Dias. Paulo, o maior líder do cristianismo. São Paulo, SP: Hagnos, 2009.

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo