A Origem de Paulo

Atualizado: há 5 dias

INTRODUÇÃO


A maior parte das cartas do novo testamento foram escritas por Paulo. Por meio delas ele instruiu as igrejas a como procederem em situações específicas e diante de ocorrências da época. As recomendações são RIQUÍSSIMAS em valores espirituais tanto para a igreja primitiva, e em todos os séculos seguintes, quanto para a igreja de hoje.


Foi ele quem expandiu o Evangelho com maior velocidade e ousadia, de Antioquia até Roma. Não sozinho, é claro, mas certamente Paulo se destaca. Ele foi o responsável pela expansão e fundamentação da Igreja. Acredita-se que em 25 anos o evangelho foi pregado em todo o império romano e muito disso graças a ele.


A probabilidade de "Saulo" tornar-se um Apóstolo era mínima. Um homem violento, perseguidor de cristãos e fanático quanto ao cumprimento da torá. Porém algo acontece que o transforma sobrenaturalmente e revela a ele um novo nome e uma nova missão: ganhar vidas para Cristo.


Neste estudo vamos compreender a origem de Saulo, como foi o seu processo de conversão, quais as etapas que teve que passar, a sua trajetória de fé e o seu legado. São anotações dos meus estudos pessoais que eu estou compartilhando com você.


Vamos dividir o Estudo em:


  • A ORIGEM DE PAULO ✔

  • A CONVERSÃO DE PAULO

  • REAPRENDENDO A SERVIR A DEUS

  • O ENVIO

  • AS TRIBULAÇÕES

  • RECOMENDAÇÕES

  • A VIAGEM DE PAULO A ROMA E SEU MARTÍRIO


Imagem: Filme Paulo Apóstolo de Cristo

A ORIGEM DE PAULO

Para entender o sentimento que Paulo coloca em sua trajetória, nós precisamos compreender a sua origem. Vamos descobrir com a leitura dos textos abaixo:


Filipenses 3: 5circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; quanto à lei, fariseu, 6quanto ao zelo, perseguidor da igreja; quanto à justiça que há na lei, irrepreensível. 7Mas o que, para mim, era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo. 8Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; por amor do qual perdi todas as coisas e as considero como refugo, para ganhar a Cristo 9e ser achado nele, não tendo justiça própria, que procede de lei, senão a que é mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus, baseada na fé; 10para o conhecer, e o poder da sua ressurreição, e a comunhão dos seus sofrimentos, conformando-me com ele na sua morte; 11para, de algum modo, alcançar a ressurreição dentre os mortos.

Atos 23:6 Sabendo Paulo que uma parte do Sinédrio se compunha de saduceus e outra, de fariseus, exclamou: Varões, irmãos, eu sou fariseu, filho de fariseus! No tocante à esperança e à ressurreição dos mortos sou julgado!

Atos 22:3 Eu sou judeu, nasci em Tarso da Cilícia, mas criei-me nesta cidade e aqui fui instruído aos pés de Gamaliel, segundo a exatidão da lei de nossos antepassados, sendo zeloso para com Deus, assim como todos vós o sois no dia de hoje.

25 Quando o estavam amarrando com correias, disse Paulo ao centurião presente: Ser-vos-á, porventura, lícito açoitar um cidadão romano, sem estar condenado?


28Respondeu-lhe o comandante: A mim me custou grande soma de dinheiro este título de cidadão. Disse Paulo: Pois eu o tenho por direito de nascimento.

Fica muito claro nos textos que nós lemos que Saulo nasceu em Tarso na Cilicia (hoje sul da Turquia), o que lhe dá o direito de ser um cidadão romano de nascimento. Ainda jovem ele vai para Jerusalém aonde é criado e educado por um homem chamado GAMALIEL. Falaremos mais a frente de GAMALIEL, por hora é necessário compreender que esta educação lhe formou um FARISEU.


Imagem: Mapa mundo no novo testamento.

Curiosidade:

Paulo tinha uma irmã e um sobrinho que também moravam em Jerusalém. Seu sobrinho lhe foi muito útil em uma das prisões de Paulo levando a ele informações quanto ao que tramavam contra o apóstolo. Leia Atos 23:16.


Saulo também tinha um ofício, uma profissão, ao que tudo indica um um negócio familiar. A Bíblia relata que ele era construtor de tendas.


3E, posto que eram do mesmo ofício, passou a morar com eles e ali trabalhava, pois a profissão deles era fazer tendas. Atos 18:3

Ainda na juventude Saulo começa a ser ensinado por GAMALIEL (Atos 5.34-39). Gamaliel era um dos principais fariseus e, membro do sinédrio. O sinédrio era uma assembleia contendo 70 juízes ordenados pela lei judaica em cada cidade para julgar segundo as leis judaicas. Em Jerusalém havia um grande Sinédrio que incluía: 1 príncipe, 1 sumo-sacerdote, 1 chefe e 69 integrantes de outras seitas como os fariseus, os saduceus, helenistas, etc. Eram pessoas extremamente importantes e que exerciam domínio político e espiritual sobre o povo.

Num certo momento este Gamaliel "defende" os cristãos quando os apóstolos Pedro e João estavam sendo acusados de propagar o evangelho. Na ocasião ele fala:

_ Se é de Deus vai permanecer, se não for, vai acabar e se for de Deus não teremos poder nenhum sobre eles.


Com a instrução de Gamaliel Paulo se torna PERITO da religião Judaica a saber:

  • Da Lei

  • dos Profetas;

  • da história;

  • da tradição.

Gamaliel introduz Saulo ao Farisaísmo. E ele se destaca com sua inteligência e integridade a religião. Passa a ser muito admirado principalmente pela questão de ser um perseguidor de Cristãos. LEVAVA A SÉRIO A FÉ JUDAICA. Esta "perseguição" ocorria a todas as religiões que não professassem a integridade do judaísmo que era uma religião monoteísta e paternalista.


Esta formação de Saulo e o respeito que adquiriu viria a ser muito importante para a pregação do evangelho. Aqui nós já começamos a enxergar a eleição de Deus na vida de Saulo, mesmo que ele ainda não tivesse aceitado ou identificado este chamado. Paulo foi escolhido desde o ventre da mãe dele.


DEUS PREPARA O CAMINHO!

Durante toda a história do povo Judeu, houveram várias dispersões. A dispersão é uma estratégia do inimigo de enfraquecer um povo. "Corpo dividido não prospera". Daí começou a chamada diáspora judaica, outras diásporas aconteceriam ao longo dos séculos. Os judeus foram espalhados por todas as nações e impérios vizinhos. O lugar de adoração dos judeus era o TEMPLO de Jerusalém, porém, agora dispersos, eles não tinham o templo para adorar a Deus. Foi quando iniciou a tradição de construir SINAGOGAS. As sinagogas são ramificações do templo, lá é ensinada a Torá, e o lugar aonde tradicionalmente os judeus iam para adorar ao Senhor. Só quem podia ensinar nas sinagogas eram mestres e pessoas influentes. Saulo era discípulo de um dos principais FARISEUS, GAMALIEL. As sinagogas foram importantíssimas no ministério de Paulo. Foi o primeiro lugar de pregação do evangelho aos Judeus.

Outra questão muito interessante e espiritual que simboliza a transformação de Cristo na vida dele é o NOME. O nome de nascimento dele era SAULO (Atos 13:9). Após sua conversão passa a ser chamado de PAULO.


O nome SAULO vem de SAUL que significa "GRANDE", algo que dá uma conotação de soberba e arrogância, aliás, Saul era grande. Saul era o nome de um REI de Israel que PERSEGUIU DAVI. Saulo era da tribo de Benjamin, a mesma de Saul. Talvez por este motivo recebeu o mesmo nome.

Quando convertido Saulo tem seu nome mudado para PAULO que significa "pequeno". É o primeiro sinal da transformação. DAVI sucessor de Saul no trono era famoso por sua baixa estatura. Deus transforma Paulo num homem segundo o seu coração, como DAVI. Paulo era perseguidor, agora perseguido.


Atos 13:22 22E, tendo tirado a este, levantou-lhes o rei Davi, do qual também, dando testemunho, disse: Achei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que fará toda a minha vontade.


A MOCIDADE DE PAULO

Durante a sua juventude Saulo se aplicava em seguir com dedicação as suas crenças.


Atos 7:58E, lançando-o fora da cidade, o apedrejaram. As testemunhas deixaram suas vestes aos pés de um jovem chamado Saulo.


Quando Estavão é apedrejado. Saulo estava presente, talvez fosse um dos mandantes, haja vista que ele não apedreja, apenas observa e segura algumas roupas.


Atos 22:4Persegui este Caminho até à morte, prendendo e metendo em cárceres homens e mulheres, 5de que são testemunhas o sumo sacerdote e todos os anciãos.


Gálatas 1:4E, na minha nação, quanto ao judaísmo, avantajava-me a muitos da minha idade, sendo extremamente zeloso das tradições de meus pais.


Aqui Paulo fala o quanto ele era DIFERENCIADO no judaísmo. Em Atos 26 ele descreve que ele chegava a torturar pessoas, obrigando-as a negar JESUS. Ele tinha muito sangue inocente em suas mãos. Olhando para este cenário, nós não conseguimos sequer imaginar que uma pessoa deste tipo se transformaria num Apóstolo. É improvável. Ele estava presente no apedrejamento do primeiro mártir por Cristo, Estevão.


Imagem: Saul persecuting the church.

O que pode converter um homem inteligente, rude, duro e que segundo ele mesmo "respirava ameaça e morte"?

Apenas uma experiência SOBRENATUAL. E como alguém com esta postura pode vir a ser um Apóstolo? Através de uma TRANSFORMAÇÃO PODEROSA (Palavra do Apóstolo na 1ª ceia do ano)

Ele perseguia os cristãos segundo as leis dos judeus, da Religião. Tinha todo o apoio do sinédrio e das principais autoridades. Atos 26:10. Tinha um ar de legalidade e oficial. Ele era o executor do sinédrio. Nem tudo que é legal é moral. Ele fazia isso nas sinagogas. O mesmo lugar que os Judeus usavam para adorar a Deus, os cristãos utilizavam para adorar a Jesus.


"O lugar da comunhão transformou-se num palco de opressão". (Lopes, Hernandes Dias, 2009 )


As torturas não eram apenas físicas, mas também psicológicas. "Obrigando a blasfemar" (Atos 26:11).


Bibliografia: Hernandes, Apóstolo Estevam. Bíblia Apóstólica. São Paulo, SP: SBB, 2014.

Escola de Profetas. Origem e Conversão de Paulo - O Apóstolo dos Gentios.

Lopes, Hernandes Dias. Paulo, o maior líder do cristianismo. São Paulo, SP: Hagnos, 2009.

54 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo